O Que é o Ácido Lático ?

O ácido lático é um subproduto gerado no decorrer do ciclo de ressíntese do ATP, que faria com que o exercício fosse interrompido minutos depois pela instalação da fadiga muscular dos músculos ativos (músculos exercitados).

O lactato não deve ser encarado como um produto de desgaste metabólico. Pelo contrário, proporciona uma fonte valiosa de energia química que se acumula como resultado do exercício intenso (MCARDLE, 2008).

Quando a oxidação do lactato iguala sua produção, o nível sangüíneo de lactato se mantém estável, apesar de um aumento na intensidade do exercício e no consumo de oxigênio. Para as pessoas sadias, porém destreinadas, o lactato sangüíneo começa a acumular-se e sobe de maneira exponencial para aproximadamente 55% de sua capacidade máxima para o metabolismo aeróbico.

A explicação habitual para um acúmulo do lactato sangüíneo durante o exercício pressupõe uma hipoxia (falta de oxigenação da musculatura) tecidual relativo. Quando o metabolismo glicolítico predomina, a produção de nicotinamida adenina dinucleotídio (NADH – coenzima envolvida na transferência de energia) ultrapassa a capacidade da célula de arremessar seus hidrogênios (elétrons) através da cadeia respiratória, pois existe uma quantidade insuficiente de oxigênio ao nível tecidual.

O desequilíbrio na liberação de oxigênio e a subseqüente oxidação fazem com que o piruvato (substrato final da degradação da glicose, muito importante para a formação do lactato) possa aceitar o excesso de hidrogênios, o que resulta em acúmulo de lactato.

A presença de sistemas tampões se faz necessária e importante para manter o pH corpóreo constante, bem como mecanismos fisiológicos de regulação do equilíbrio ácido-base. A engenharia metabólica humana produz um volume esmagador de ácidos fixos os quais precisam ser eliminados a fim de manter o pH corporal constante.

Para lidar com toda essa carga ácida, o organismo detém o controle de três mecanismos fisiológicos: Tamponamento, que amortiza a variação de pH a despeito da constante adição de ácidos; Ajuste pulmonar, que elimina ácido volátil; Ajuste renal, que elimina ácidos fixos regenerando o bicarbonato de sódio consumido no tamponamento.

Tamponamento é o modo primário pelo qual grandes variações na concentração de H+ são minimizadas.

Quando um ácido fixo é tamponado, há consumo de bicarbonato e formação de ácido carbônico; este deve ser eliminado para minimizar a alteração de pH. É o sistema respiratório que se incube disso.

Quando a concentração ácido carbônico aumenta no plasma, sua eliminação aumenta automaticamente, pois se eleva sua facilidade de volatilização e aumenta a ventilação pulmonar.

A ventilação alveolar aumenta em proporção quase direta com a quantidade de trabalho que é realizada pelo corpo, durante o exercício, podendo atingir, no exercício mais intenso, até 120 litros/min. Esse valor é cerca de 20 vezes maior que o correspondente, durante a respiração normal em repouso.

A partir do primeiro limiar de lactato, começa a acontecer o tamponamento do ácido lático pela ação do bicarbonato de sódio, formando lactato de sódio e ácido carbônico. O ácido carbônico pela ação da anidrase carbônica é dissociado em água e CO2. Aumenta, portanto, a formação de CO2 (VCO2), que ultrapassa a barreira hemato-encefálica, invadindo a zona quimiossensível do bulbo onde reage com água, formando ácido carbônico, que se dissocia em H+ e HCO3-, estimulando o aumento da ventilação.

MC ARDLE, W. D.; KATCH, F.I. Fisiologia do Exercício Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 6. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.

N-Magalhães.

nivaldomagalhaes50@hotmail.com

http://facebook.com/nivaldomr

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: