THAI MASSAGEM – UM TOQUE DE ARTE & CURA.

Evoluir é um processo contínuo e inevitável, mesmo quando parece que estagnamos ou retrocedemos. Em determinadas épocas superamos adversidades, desenvolvemos curas para doenças até então incuráveis, ao mesmo tempo em que surgem novas enfermidades. A tecnologia avança em ritmo acelerado, facilitando a vida do ser humano em certos aspectos, mas trazendo entraves em outros. De um lado, as coisas tornando-se mais práticas e dinâmicas. De outro lado, o sedentarismo, a obesidade e a depressão crescendo de forma alarmante.

Thai massagem, Thai massagem tradicional, Thai yoga massagem, Nuat Boran, são diferentes nomes utilizados para a denominar a modalidade tradicional de cura que tem sido praticada na Tailândia por séculos e que estão histórica e culturamente relacionadas à Índia, Budismo e Yoga. Doutor Jivaka Kumar Bhaccha é considerado o fundador da Thai massagem. Ele foi um famoso médico e cirurgião do Norte da Índia.

Uma antiga arte de cura do oriente vem cativando e conquistando cada vez mais pessoas fora do seu país de origem, a Tailândia. Fascinando profissionais da área pelos resultados obtidos e surpreendendo por parecer que conceitos modernos em terapia manual já se encontram presentes numa técnica com mais de 2.500 anos. Vem também agradando o público em geral, por atender às necessidades de qualquer tipo de pessoa, desde atletas de alto nível, pessoas em reabilitação, gestantes, idosos, até pessoas com necessidades especiais.

Conhecida como massagem thai, essa terapia é uma incrível ferramenta de cura e autoconhecimento, capaz de acompanhar e suprir as carências e desconexões causadas por um desenvolvimento desenfreado. A massagem thai promove uma reconexão entre corpo e mente, entre o ser humano e o meio que o cerca. Uma respiração livre e natural, um corpo que se movimenta com fluidez, uma mente serena, um coração tranquilo, tudo isso o terapeuta transmite por meio de um trabalho consciente, com um “toque meditativo”.

A Thai Massagem é uma dança sagrada, um “yoga para duas pessoas”. Tradicionalmente praticado nos monastérios budistas, a Thai Massagem alem de tudo é uma prática espiritual, uma meditação em movimento. O massoterapeuta pratica em um estado meditativo e desenvolve uma sensibilidade e qualidades do coração (Metta- Loving Kindness e Karuna – Compaixão )para sintonizar com as necessidades do pacientes.

A massagem thai é realizada no solo, sobre um colchonete ou tatame, o que permite o melhor uso de alavancas e do peso corporal do terapeuta, ao invés da força muscular na aplicação de diversas manobras. Isso também oferece mais facilidade e segurança ao terapeuta para atender pessoas de diferentes constituições físicas.

A massagem thai é uma massagem sim, mas não apenas. Pode-se dizer também que é uma terapia de reorganização da estrutura e manutenção das funções do organismo. Só que existem outros aspectos, dentro de um contexto muito mais amplo.

A thai massage, ou traduzindo para o português, massagem thai, é chamada em tailandês de “nuad bo rarn”. E sua tradução literal vai muito além de “massagem tailandesa”. Em uma tradução livre e abrangente, seria algo como “o toque com o propósito de cura”. E não é apenas uma questão de tradução, interpretação ou linguística.

A massagem tradicional thai não se refere simplesmente a uma técnica de massagem, mas a um conjunto de técnicas manuais para a manutenção da saúde física, mental e energética. De modo que abarca todos os aspectos associados ao toque. Contudo, esse toque com o propósito de cura não se restringe apenas ao sentido tátil, físico e corporal. Envolvendo mais do que somente a manipulação das estruturas físicas.

Outra característica importante é o fato de que para recebê-la a pessoa permanece vestida. Talvez, isso se deva ao fato de inicialmente a massagem thai ter sido aplicada apenas por monges nos templos budistas. Mesmo que aos poucos essa prática tenha sido incorporada no contexto cultural do país, passando a ser aplicada entre familiares, em hospitais, em escolas e, hoje em dia, até em barracas e feiras de rua. E esse fator oferece uma singular e fascinante abordagem em sua aplicação.

O fato de não se usar óleos e cremes, além do uso de roupas, impossibilita certas manobras que são muito utilizadas em diversas terapias. Com isso, novas formas de aplicações do toque terapêutico foram desenvolvidas. E antes de entender melhor isso, é preciso esclarecer algo muito importante: a massagem thai não é uma MASSAGEM.

Um atendimento de massagem thai costuma durar em média uma hora e meia, chegando facilmente a duas horas, conforme a disponibilidade de tempo e objetivos da sessão. Não é difícil de encontrar na Tailândia lugares oferecendo três horas de massagem. No entanto, é possível realizar um bom atendimento e alcançar ótimos resultados mesmo com apenas uma hora de sessão. O fator tempo não é determinante para bons resultados, o principal elemento é a qualidade do toque.

É muito importante saber selecionar do vasto repertório que a massagem thai oferece, quais movimentos são mais adequados para aquele caso, para aquela pessoa, para aquele momento. Embora existam sequências tradicionais, não há um protocolo rígido, o que requer do terapeuta uma coerência e sensibilidade para desenvolver e conduzir uma sequência. E isso se alcança com o tempo e através de muito prática.

O massoterapeuta não usa apenas as mãos, mas também os pés, joelhos e cotovelos.

O relaxamento não é uma consequência na massagem thai, é uma condição básica para a sua realização. A forma como o praticante atinge essa condição é bem simples, basta que ele esteja num estado meditativo. Sem nenhuma conotação mística ou subjetiva, em sua essência mais pura, a meditação representa o “estar presente, aqui e agora”.

Para o praticante de massagem thai não existe uma desassociação entre terapia e meditação. Contudo, toda essa abordagem em relação à meditação é transmitida através do toque. Para que o terapeuta possa estar presente por uma hora, uma hora e meia ou duas horas, ele precisa estar no aqui e agora. E essa é mais uma das funções do trabalho lento e ritmado. Consciente de sua respiração, trazendo a presença no toque, ele vai aos poucos transmitindo isso para a outra pessoa. O toque meditativo serve para que a pessoa que recebe a massagem entre no mesmo estado meditativo que o terapeuta. Uma indução que respeita o tempo de cada indivíduo, sem forçar. E isso pode levar várias sessões. E durante esse processo, o físico, o mental, o emocional e o energético vão sendo equilibrados.

CAPA

JP Paixão – Terapeuta e professor de massagem tradicional thai. Unindo técnica e sensibilidade, aborda a massagem thai como uma poderosa terapia de cura e uma fascinante arte para o autodesenvolvimento.

https://www.sebastienvallamassagem.com

Nivaldo Magalhães.

Wtsp 13 98821 7480

@inspireousadia

nivaldomagalhaes50@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: